1757

1757 – Descrição / texto

Este edifício de habitação colectiva situa-se no Príncipe Real em Lisboa e foi construído em 1757, 2 anos depois do terramoto de 9.0 na escala de Richter.

O cliente pretendia renovar o apartamento do piso superior - simplificar a planta e adaptá-lo à vida de uma família moderna - respeitando a lógica construtiva do edifício e o espírito e a escala do bairro histórico. A cumeeira do telhado define a fronteira entre a sala - com uma janela horizontal sobre o jardim - e os quartos - com trapeiras individuais. As casas de banhos, cozinha e despensa agrupam-se num volume de forma irregular que diferencia espaços e usos diferentes de modo fácil, informal, sem portas ou corredores.

Os materiais usados - pedra lioz, madeira e estuque - são os mesmos do apartamento original mas a sua combinação e o seu desenho são assumidamente modernos. A janela horizontal da sala ocupa toda a largura do edifício e é composta por 3 filtros – vidro, vidro translúcido e portadas de correr – que asseguram ensombramento e privacidade e ecoam a intermitência e a textura das janelas nos pisos inferiores.


Desenhos


Processo

Construção

Antes

Filtros


Ficha técnica

Local
Lisboa
Data
2012 - 2014
Área Construída
146 m²
Área do Terreno
146 m²

Arquitectura
Vasco Correia e Patrícia Sousa
Colaborou
Tiago Garrido

Fotografia
Nelson Garrido