Derriade

Estudo de cor Estudo de cor Estudo de cor Estudo de cor Estudo de cor Estudo de cor

Derriade – Descrição / texto

O nº 76 da Rua do Comércio é um dos exemplos mais vívidos da arquitectura doméstica do período de intensa produção industrial que Olhão testemunhou na primeira metade do século XX. A linguagem eclética do edifício - uma entrada discreta confinada entre 2 lojas e um piso burguês de pé-direito alto com frisos de gesso e escaiolas coberto por um terraço mourisco branco e violeta - parece reflectir a sua condição na cidade, entre o bairro mourisco e a Avenida da República.

Os nossos clientes pretendem converter o edifício numa guest house para viajantes que procuram uma experiência urbana e cultural difícil de obter num hotel de cadeia. Em vez de embutir uma linguagem nova e uniforme ao longo de todo o edifício, aceitamos e exploramos o seu empilhamento estilístico original para proporcionar uma experiência espacial surpreendente. O piso térreo alberga a recepção à meia-luz entre paredes reflectantes: uma pausa no acesso aos pisos superiores. O piso 1 alberga 6 quartos e tem novas luminárias e ornamentos de gesso circulares que acrescentam uma dimensão "Rorschach" inusitada à decoração. O volume compacto do piso superior é ampliado com o mesmo espírito mourisco singelo para albergar um 8º quarto e uma copa que serve a esplanada no terraço. Uma pála de 12 cm de espessura suspensa entre o volume compacto e o mirante protege a esplanada do Sol e da chuva.


Desenhos


Processo

Antes

Atmosferas


Ficha técnica

Local
Olhão
Data
2012 - Presente
Área Construída
303 m²
Área do Terreno
123 m²

Arquitectura
Vasco Correia e Patrícia Sousa
Colaborou
Tiago Garrido