Mesquitela

Mesquitela – Descrição / texto

O Palácio dos Condes de Mesquitela foi construído no século XVII, funcionou como escola no século XX, e foi adaptado a habitação colectiva no século XXI. Os nossos clientes mudaram-se para um apartamento de 3 quartos e encomendaram-nos o desenho dos interiores.

Abordámos este projecto como abordamos todos os outros, independentemente do tamanho ou propósito: procurando aquilo que é relevante e persistente, evitando aquilo que é frívolo e passageiro. Dada a natureza deste projecto, pareceu-nos que este exercício era particularmente pertinente.

As dificuldades da adaptação do antigo palácio ao programa actual são bem visíveis no apartamento. Procurámos, para cada espaço, resolver estas dificuldades e discernir as suas qualidades peculiares a partir do uso, da forma, da relação com os espaços adjacentes e o contexto envolvente - a Calçada do Combro a um lado e o jardim comum a outro. Para os espaços sociais procurámos uma atmosfera aberta, leve, luminosa, e para os espaços íntimos uma atmosfera protegida, preenchida, texturada. O corredor articula estas duas atmosferas onde encontra o vestíbulo de entrada, e torna-se assim o espaço mais intrigante no apartamento.

Procurámos peças de mobiliário, têxteis e luminárias que empregam bons materiais da maneira certa, que transcendem o nosso tempo, que, conjugados com os espaços e o contexto envolvente, produzem as atmosferas que mencionámos. Talvez o projecto pudesse ter sido mais fácil, mas seria seguramente mais árduo sem a memória do trabalho obsessivo de Josef Albers sobre a sua série Homage to the Square.


Antes
Depois

Desenhos


Processo


Articulação

Antes


Ficha técnica

Local
Lisboa
Data
2015
Área Construída
223 m²
Área do Terreno
223 m²

Arquitectura
Vasco Correia e Patrícia Sousa
Colaboraram
Sebastien Alfaiate e Joana Ramos

Fotografia
Nelson Garrido